quarta-feira, junho 02, 2010

Que a terra não lhe seja leve

Foi desta para melhor o Rosa Coutinho. De cancro, parece. Na cama, ainda por cima. Nunca me congratulei com a morte de ninguém. Abro, contudo, uma excepção.

Rosa Coutinho. O homem dos barcos hidrográficos. Nunca fez a guerra. Foi preso pela FNLA de Holden Roberto. Homens da PIDE arriscaram a vida para o salvar do seu cativeiro no Zaire. Em má hora o fizeram. Deviam tê-lo deixado lá.

Milhares e milhares de mortos na consciência. Hectolitros e hectolitros de sangue derramado pela tal revolução sem sangue.

Que os familiares de todos os que morreram e que todos os que tudo perderam possam ter, a partir de hoje um pouco de paz é o meu desejo.

Não pode descansar em paz!

6 comentários:

Oliveira disse...

Aqui está a melhor notícia do século. Maldito seja este bandalho que arda nos confins dos infernos para sempre.
Um espoliado da guerra de Angola.

Américo disse...

É assim mesmo Zé Carlos, essse traidor escapou ao pelotão de fuzilamento, que arda no inferno.

harms disse...

Que aqueles que defendem que o perdão divino é geral possam estar enganados, é o que desejo.

Jorge disse...

Este assassino foi-se sem que a justiça fosse feita.
Aguarda-o a implacável Justiça Divina que se fará sobre as vítimas de Angola.
O que lhe resta de matéria fossil não terá sepultura, com isso ganham os campos santos, que nenhum deles levará com este entulho podre, infecto e amaldiçoado, por outro lado fico privado de latrina ou do cagadouro onde eu tinha intenções de ir defecar diariamente.
Neste caso este MALDITO que arde no inferno para todo o sempre.

Anónimo disse...

menos 1

sieg heil

Anónimo disse...

Eles vão para o Diabo!
O que os espera não o desejo a ninguém!