terça-feira, novembro 27, 2007

Notícias da "Praça Vermelha"

Já várias vezes vos disse que sou um bocado lerdo intelectualmente. Não consigo perceber as coisas. O defeito é (com certeza) meu. Não pode ser de outro modo!

Se não, vejamos. Em tempos não muito distantes (2002) houve um roubo de uma série de jóias da Coroa Portuguesa que foram para uma exposição na Holanda. Peças insubstituíveis e de grande valor artístico, histórico e, já agora, monetário. Património nacional e do melhor!


Bom a polícia investigou, investigou e nada descobriu. Vai daí o seguro pagou qualquer coisa como um milhão e duzentos mil contos ao Estado Português. Logo os locatários do Palácio da Ajuda declararam que essa massa toda era para adquirir novo património artístico. Se adquiriam não sei, a verdade é que nada de relevante se viu.

Bom. Agora aparece um quadro de Tiepolo à venda por 250.000 contos. Bem, pensei eu (que sou lerdo) com o milhão e tal de contos compra-se este quadro e ainda sobra muita massa.


Mas qual quê. Vem o bom o Director e diz: não temos verba. Vem a Ministra (amante da Praça Vermelha) e diz que vamos ver se se arranja o dinheirinho (de um mecenas...).

Ou seja, cabe-me perguntar. "Cadê" o milhãozinho de contos?. Já foi à vida? E como? Será que foi daí que veio parte da verba (dois milhões de contos) da exposição de material (menor) do Hermitage?

Claro que não, eles eram lá capazes disso. Eles esqueceram-se era que tinham aquela pipa de massa toda...

2 comentários:

Thoth disse...

Os democratas são terríveis...

Cumprimentos

Carreira disse...

Quanto a conversa versa os milhões...e mais ...milhões...

Abraço,

José Carreira

(www.cegueiralusa.com)