quarta-feira, julho 16, 2008

Aprenderam com Betencourt Rodrigues ...


Os americanos abandonaram a pequena base (recém-instalada) de Wanat, no Afeganistão, após sofrerem 9 mortos e 12 feridos num ataque talibã.

Finalmente perceberam que a estratégia numa guerra de guerrilhas não é a da quadrícula na fronteira (tão cara a spínola e tão exposta a ataques letais) mas sim a mobilidade e agressividade permanente contra os guerrilheiros.

Betencourt Rodrigues, no Leste de Angola, ganhou assim a guerra; foi para a Guiné e (se lhe dessem tempo) também aí a ganharia. Os americanos estão a começar a estudar a "maneira portuguesa de fazer a guerra". Para isso destacaram vários dos seus estudiosos da matéria a Portugal, onde tem falado com muita gente e estudado muito. Parece que começam a aprender...

E depois vem uns tipinhos dizer que a Guerra do Ultramar estava perdida e patati, patatá...

2 comentários:

Flávio Gonçalves disse...

Por falar em luso-americanices, e a visita do Nuno Rogeiro a Guantanamo??

José Carlos disse...

Meu caro:
O que é que esperavamos...
Gostei, sobretudo, dos cuidados do texto dele a demarcar-se aparentemente dos americas. E as fotos. Parecia que estava a mostrar um hotel de luxo. O lixo é que ficou escondido. Ou seja viva o luxo, nada de lixo...
As acções ficam com quem as praticam