sábado, julho 19, 2008

Uma lição sobre pirilampos...

Os PIRILAMPOS são animais nocturnos. Os adultos podem ser observados de Maio a Setembro, especialmente nas noites quentes, quando os machos voam à noite à procura das fêmeas que os atrem graças à luz que emitem.

Os PIRILAMPOS são carnívoros. A cabeça (pequena, como convém...) está munida de duas mandíbulas fortes, atravessadas por um pequeno canal. O PIRILAMPO morde a presa com essas mandíbulas e injecta-lhe, pelos canais, uma substância anestesiante e enzimas digestivos, que provoca a liquefação da presa, nada mais restando ao PIRILAMPO que beber esse líquido.

Que o Pirilampo é anestesiante já todos sabemos, mas ficamos também a saber que tem uma vida muito chata, solitária, azeda, enfim, podemos dizer que é uma vida trágica -ou seja podemos chamá-lo, com propriedade de pirilampo trágico...

4 comentários:

fugidia disse...

(risos)
humor cítrico... hein?
:-)

Anónimo disse...

O José Carlos está, inteligentemente, a retratar o Jansenista!
Pois é…

José Carlos disse...

Minha Cara Fugidia:

Bem aparecida nesta sua casa. Acredite que tenho um grande prazer em recebê-la, pela primeira vez neste meu local.

Qunto ao Humor, que quer... eu ando muito cítrico. Estou a beber sumo de toranja todas as manhãs, que quer...

José Carlos disse...

Meu Caro Anónimo:

Não estou a retratar ninguém em especial. Se se aplica a alguém é um seu juízo, que aceito.

Sobre esse Senhor, que teve o desprimor de me deixar dependurado num debate, decidi que não ía perder um segundo mais com ele.

Ele que seja o centro do mundo de quem desejar, que para mim é um ser invisível.

Olhem o que eu digo: O Jansenista, para mim, não existe. Ponto final parágrafo.